Logo_Comunicana_Curve.png
Buscar
  • Tathy Thuller Chartouni

Faz tempos uma grande amiga, também comunicadora, @taianatrajano, me indicou "Comunicação não-violenta - técnicas para aprimorar relacionamentos pessoais e profissionais (Marshall B. Rosenberg).

Excelente leitura - infelizmente incompleta da minha parte - e até que chegou a pandemia... então, o que parecia uma rotina sufocada, corrida... se revelou um período de provilégios que antes nnao reconhecíamos como tal: poder sair em qualquer momneto, visitar amigos, fazer compras, passear com as crianças... sem máscaras, sem álcool-gel e sem medo do invisível aos olhos nús.

As rotinas virarma uma panela de pressão... prontas pra explodir se não forem periodicamente limpas por aquwlas agulhinhas especiais que só se encontravam nas feiras livres.

Já não tem mais feira livre. Não dá pra limpar o pino da panela. E o livro resta descansando aqui na minha mesa, sedento por aqueles momentos antes negligenciados (o tempo do filho na escola, enquanto o outro dormia, enquanto eu tinha ajuda em casa, enquanto eu tinha tempo, no tempo em que eu tinha paciência). Irônico precisar tanto deste livro agora, e nem poder tocá-lo nas 36h por dia em que fico em casa. Cuidando de tudo, de todos, menos de mim.

Preciso praticar a comunicação não-violenta no momento de maior "ócio" (conceito antigo, ultrapassado e traiçoeiro) e na época mais desafiadora para todos.

Enquanto redijo meu primeiro post pro site/blog pronto faz tanto tempo.... ao menos 1 dos meu filhos está no meu colo, pedindo "carro man"(um destemido spiderman que compete em corridas de carro). Compartilho com ele a tela do computador. Uso apenas 1 mão para manipular imagens, montar e-mails, redigir textos (boa desculpa pra minha sistemeatica falta de coordenação nas teclas) e navegar, meu Diazepan virtual. A outra mão, a felizarda, acaricia o peito dele e transmite para meu cérebro o recado "comunique-se com carinho, sem violéncia, aproveite, viva, agradeça. Um dia - talvez em breve - ele vai pra escola, sem máscara, passar o dia todo brincando enquanto você, sua boba, vai ficar aí, procurando o que fazer para afagar essa auséncia no seu colo."




®
  • Instagram - Black Circle

© 2019 por Comunicana.
Todos os direitos reservados.